TV RECORD cobre os casos de assedios e abusos na essenium

Nos siga no Facebook

DIEGO MORAIS ESTÁ TENDO A FAMA E EGO QUE SEMPRE DESEJOU E PREGOU.
A TV Record exibiu neste tarde a reportagem cobrindo detalhes de como anda a investigação sobre estelionato, abuso da fé, abuso sexual e formação de pirâmide financeira. A Polícia Civil investiga o líder da seita essenium suspeito de oferecer um ritual de evolução do espírito através do sexo para os seus seguidores em Goiânia. De acordo com a investigação, o jovem Diego Augusto Morais, conhecido como Mestre, atua há pelo menos três anos na entidade, onde promete “conhecimento da existência humana”.

De acordo com o delegado Isaías Pinheiro, titular do 1º Distrito Policial de Goiânia, o líder espiritual começou a ser investigado no último dia 14 de março, quando pais de jovens que participam da seita procuraram a Central de Flagrantes da capital.
“Eles disseram que os filhos foram vítimas de abuso sexual na entidade. No entanto, como não configurou um crime em flagrante, o caso foi encaminhado para investigação aqui no 1º DP. Desde então, já ouvimos testemunhas e alguns participantes, que relataram sobre os crimes cometidos por Diego”, contou.

Neste vídeo, Diego Morais CONFESSA QUE ABUSA DOS JOVENS.
O Delegado Pinheiro diz que, entre os relatos das testemunhas, o que mais intrigou a polícia são as denúncias da distribuição do “sêmen divino” do próprio líder espiritual.

“Temos informação que mais de 500 pessoas participam da seita. Destas, o Diego selecionou cerca de 30, que participavam de uma divisão secreta, chamada de Kether. Eram na maioria jovens do sexo masculino, de boa aparência e esses poderiam ser convocados para dormir com o mestre em sua casa e se fossem merecedores, participavam do popular ritual do “sêmen divino” direto da fonte, por sexo oral. Mas ressalto que não eram todos os participantes da seita, apenas os integrantes do grupo seleto Kether”, explicou o delegado.

A última sede da essenium foi no Setor Marista em um imóvel de luxo para atrair novos membros sobre o pretexto de que os esseniuns seriam merecedores da prosperidade por promoverem o “Eterno”, porém, os membros eram cobrados todos os dias para manter as ilegais mensalidades em dia. Quem atrasasse os pagamentos mensais, sofria represarias e poderia ficar sem participar dos encontros semanais, nos relatou um membro que sempre era cobrado pelo administrador da essenium Wesllem Lima.

LEIA TAMBÉM:
TV ANHANGUERA relata o caso dos imóveis da essenium
Conheça o estranho currículo de Diego Morais
GOOGLE REVELA: mestres de Diego Morais estão à venda na internet por $18,95
VEJA AS FOTOS e entenda porque Diego Morais é vítima de suas próprias mentiras
Diego e Wesllem devem mais de R$100.000,00 nos imóveis
BOMBA: Teste revela banho de sêmen no templo da KETHER
KETHER: De defensores do universo à cúmplices de atrocidades
R.A, a tecnologia que nunca foi da essenium

TAGS DE REFERÊNCIA:
fraude na essenium, sêmen divino, falso profeta, hipnose, Wesllem Santos Lima, R.A, R.A Ouro, Kether, falsa divindade, ministério YAHWEH, sala eterna essenium, piramide financeira essenium, ordem essenium, @essenium, instituto essenium, essenium instituto, Diego Morais Hipnologo, Horus Temple, tela mental, mentores essenium, seita essenium, Diego Augusto Morais de Araujo, Loris Chacha Artiaga, Anai Menoncin, Ludmila Salatiel

Nos siga no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *